Thierry Mugler: uma visita à exposição em Paris sobre o legado do estilista

Exposição Thierry Mugler - Couturissime, em cartaz no Musée des Arts Décoratifs (Museu das Artes Decorativas)
Exposição Thierry Mugler - Couturissime, em cartaz no Musée des Arts Décoratifs (Museu das Artes Decorativas)

Um dos points imperdíveis para quem gosta de moda e visita Paris, o Musée des Arts Décoratifs (Museu de Artes Decorativas) está com uma exposição sensacional em cartaz. Trata- se de uma retrospectiva do trabalho de Thierry Mugler, que inclusive é um dos designers citados no meu curso “10 Estilistas que você deve conhecer“. A mostra foi aberta no início de outubro e eu não poderia deixar de ir lá registrar tudo. 

A retrospectiva

Batizada de Thierry Mugler – Couturissime, a exposição estreou no Museu de Belas Artes de Montreal (MMFA, na sigla original), no Canadá, onde foi desenvolvida em 2019. Também passou por lugares como Rotterdam, na Holanda, e Munique, na Alemanha. Agora, finalmente chegou à capital francesa e ficará em cartaz até 24 de abril de 2022.

Um fato interessante é que a exposição conta o legado de alguém que está vivo. O próprio homenageado esteve na inauguração, que aconteceu em meio à programação da Paris Fashion Week de primavera/verão 2022. 

Valeria Doustaly em estação de metrô, em Paris
Na foto, estou na estação de metrô Louvre. É a linha 1 para ir ao Museu das Artes Decorativas, onde está a exposição de Thierry Mugler Valeria Doustaly | Blog Paris Style Week

A exibição, com com curadoria de Thierry-Maxime Loriot, engloba cerca de 150 looks criados entre 1973 e 2014  por Thierry Mugler. No acervo, estão peças de prêt-à-porter e também de alta-costura. Muito além das icônicas coleções, a exposição traz trajes de palco – e até de circo -, figurinos, fotografias, vídeos e arquivos inéditos.

Os primeiros looks apresentados são da coleção La Chimère, de haute couture, parte do outono/inverno 1997/98. Logo no início, é possível ver um belíssimo corset dourado e articulado, em um visual bordado com plumas e cristais.

Na sala principal, a impressão é de estar em um ambiente noturno e fantasioso. A cenografia onírica contribui para a experiência com personagens que poderiam ter saído de um sonho. 

Por lá, estão itens da coleção Les Insectes (Os Insetos), de alta-costura para a primavera/verão 1997. Os visuais representam uma metamorfose, com pessoas que se transformam em bichos. Thierry Mugler se inspirava em répteis, insetos, pássaros e borboletas.


Na segunda sala, o tema é voltado para os robôs. Amei! Foi a minha parte preferida! Nos looks, Mugler retrata a relação dos humanos com as máquinas. Um detalhe interessante é o corset que aparece como se fosse a parte da frente de uma moto.

A parte olfativa e os sons garantem que a experiência aflore todos os sentidos. Uma sessão foi dedicada apenas aos perfumes criados por Thierry Mugler. A luz violeta no ambiente fez toda diferença.

 

Um dos andares da exibição reúne imagens publicitárias clicadas por Mugler. Vale destacar que, além de estilista e diretor artístico de dança, ele é fotógrafo. Por trás das câmeras, explora lugares inusitados e difíceis de fotografar. O resultado é impressionante.

São fotos incríveis! Em uma das experiências como fotógrafo, por exemplo, ele colocou modelos em cima do Chrysler Building, um arranha-céu em Nova York, no ano de 1988. Também fotografou em locais como o edifício Ópera Garnier e a Galeria dos Espelhos, no Palácio de Versalhes, em Paris.

Claude Heidemeyer, Opéra Garnier (Paris), 1986
Claude Heidemeyer, no edifício Opéra Garnier, em Paris, no ano de 1986. Foto by Thierry Mugler Manfred Thierry Mugler/Reprodução
Dauphine de Jerphanion, Opéra Garnier (Paris), 1986
Dauphine de Jerphanion, no edifício Opéra Garnier Manfred Thierry Mugler/Reprodução


Para completar, a exposição Thierry Mugler – Couturissime apresenta looks sóbrios, em preto, com recortes e transparência. Podemos reparar também na inspiração de Thierry Mugler na história da moda, com vestidos que trazem referência da corte francesa, como Maria Antonieta (umas das personalidades que representam
o estilo francês).

Uma dica valiosa é passar, no fim, pela livraria do Musée des Arts Décoratifs. É uma das mais interessantes em relação a conteúdo de moda. Além de produtos ligados à temática de Thierry Mugler, é possível encontrar um amplo repertório fashion.

Quem é Thierry Mugler

Manfred Thierry Mugler nasceu em Estrasburgo, na França, em 1948. Na juventude, atuou durante anos como bailarino clássico profissional. Em Paris, fundou a marca homônima, no ano de 1973.

Ao longo dos anos, principalmente na década de 1990, o designer ficou conhecido por designs nada óbvios e com viés de transformação. Exuberância e pegada performática são características presentes no DNA criativo. 

O estilista deixou a própria grife em 2002 para se dedicar a projetos artísticos. Nunca deixou de assinar figurinos musicais e teatrais. Recentemente, ao ser questionado sobre o porquê de não estar mais na moda, Thierry Mugler falou que deixou de se encaixar no ritmo comercial da moda. Ele está mais engajado na expressão artística.

Manfred Thierry Mugler
Reinier RDVA/Thierry Mugler/Reprodção

 

A exposição fará parte da próxima turma presencial do Paris Style Week. A programação acontecerá de 14 a 18 de março de 2022. Entre em contato comigo pelo e-mail [email protected] para ter os detalhes da inscrição.

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Email
Telegram
Valeria Doustaly

Valeria Doustaly

Apaixonada pelo mundo fashion, sou uma argentina que mora em Paris, a capital da moda. Aqui, tenho contato direto com o mercado de luxo e as tendências em primeira mão. Vivo e respiro moda diariamente.

Comigo você pode estudar moda, participar de uma imersão de moda em Paris ou contratar o meu serviço de Conciergerie.

Sou consultora de Imagem certificada pela Associação Internacional de Consultores de Imagem AICI CIP. Trabalhei em agências de propaganda, marketing e comunicação em destacadas empresas do mundo no mercado de cosmético e luxo na América do Sul e na França.

Graduada em marketing possuo também um MBA em administração estratégica. Morei mais de 10 anos entre São Paulo e Rio de Janeiro, residindo em Paris.

Multicultural, falo espanhol, francês, português e inglês. Tenho dupla nacionalidade argentina e francesa.

Valeria Doustaly

Valeria Doustaly

Apaixonada pelo mundo fashion, sou uma argentina que mora em Paris, a capital da moda. Aqui, tenho contato direto com o mercado de luxo e as tendências em primeira mão. Vivo e respiro moda diariamente.

Comigo você pode estudar moda, participar de uma imersão de moda em Paris ou contratar o meu serviço de Conciergerie.

Sou consultora de Imagem certificada pela Associação Internacional de Consultores de Imagem AICI CIP. Trabalhei em agências de propaganda, marketing e comunicação em destacadas empresas do mundo no mercado de cosmético e luxo na América do Sul e na França.

Graduada em marketing possuo também um MBA em administração estratégica. Morei mais de 10 anos entre São Paulo e Rio de Janeiro, residindo em Paris.

Multicultural, falo espanhol, francês, português e inglês. Tenho dupla nacionalidade argentina e francesa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.